Meu Diário
27/02/2017 05h37
Bets na Praia

Hoje foi dia de peleja. As duplas se apresentaram na charmosa praia da 1600 em Itapoá-SC

Apresentação dos atletas...

 Bart.

Simpson? Não, Murilo Bart.

 Larissa Esteves.

Não joga nada, mas ri de tudo.

 Luana Rodrigues.

Pelo que correu atrás da bolinha, pode se inscrever na São Silvestre.

 Mendel Campos.

Sem comentários, é meu filho.

 Pedro.

Fazendo sombra para o adversário, no caso, Luana, parceira do Mendel.

 ?

Opa!!!! Esporte errado, atleta desconhecida, bola imprópria.

 Bart bem que tentou manter a latinha em pé, mas sua parceira... Essa menina é um tanto, digamos, sofre de uma dislexia no uso do taco.

Larissa!!!!! É para acertar a bolinha azul (que ainda está vindo), não a latinha, que já está caindo. Mêêêu, a Luana parece que está esperando uma bola de Basquete...

 Luana não consegue segurar o arremesso. Ponto para Bart Simpson, digo, Murilo Bart, e Larissa.

 Mendel e Pedro vão para o vestiário (!), pelo menos é o intervalo entre uma partida e outra.Olha o picoléééé!

 Luana arremessando sob olhares atentos de Bart, que não é o Simpson. Já disse isso? Tudo bem, então! A propósito, ela também não é a Piovani, mas... deixa pra lá, na torcida tem muita gente.

Olha a torcida ai, geeeente!

 

Em tempo: Um dos pontos disputados

 https://youtu.be/11P55FJFhPQ

 


Publicado por LuizcomZ em 27/02/2017 às 05h37
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Luiz Antonio de Campos e o site www.luizcomz.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
16/01/2017 07h28
Das visitas (1)

... somos os visitantes!

Em tempos de sol, o calor.

Em dias de Inverno, o frio.

Na primavera, as flores.

no outono, os amores...

O mar nunca traz a mesma onda,

as folhas nunca caem da mesma árvore, e a

Brisa sempre traz a mesma energia.

Uma coisa é certa, assim como o sol, todos estão

a nos visitar todos os dias.

Isso nos enche de paz e harmonia.

O alvorecer é prata,

O entardecer é dourado.

São duas molduras distintas da mesma luz, do mesmo princípio, do início ao fim.


Publicado por LuizcomZ em 16/01/2017 às 07h28
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Luiz Antonio de Campos e o site www.luizcomz.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
08/12/2016 09h26
Um dia cinza - 8 de Dezembro 2016

É muito triste quando sentimos que a única saída é não ter outra saída.


Publicado por LuizcomZ em 08/12/2016 às 09h26
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Luiz Antonio de Campos e o site www.luizcomz.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
04/12/2016 09h23
03 de Dezembro 2016

Bom Dia!

 


Publicado por LuizcomZ em 04/12/2016 às 09h23
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Luiz Antonio de Campos e o site www.luizcomz.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
01/12/2016 10h50
Arrependimento

Arrependimento

1º de Dezembro 2016

A tristeza segundo Deus produz um arrependimento que leva à salvação e não remorso, mas a tristeza segundo o mundo produz morte. 2 Coríntios 7:9

Em algum momento, todos nós lamentamos o fato de termos seguido cami­nhos errados na vida. Na célebre música "My Way", Frank Sinatra imortalizou as palavras: "Arrependimentos, eu tive alguns. Mas aí, novamente, pouquíssimos para mencionar. Eu fiz o que devia ter feito." A maioria das pessoas talvez tenha mais do que apenas alguns arrependimentos. Eles podem ser grandes o suficiente para se desejar uma volta no tempo e, se fosse possível, fazer as coisas de outro jeito.

Se você estivesse chegando ao fim da vida e fosse fazer um balanço de seus acertos e erros, que arrependimentos você teria? Talvez o fato de não escovar os dentes quando era novo, ou gastar tempo demais na internet, ou experimentar substâncias ilícitas, ou o fim precipitado de um namoro, ou o casamento com a pessoa errada, ou o ato que machucou o coração da pessoa amada, ou a escolha do curso errado na faculdade, ou o pedido para sair do emprego, ou a falta de coragem para mudar de país, ou uma decisão equivocada num momento de depressão...

Sim, todos temos arrependimentos, e é melhor assim. Bronnie Ware, uma enfermeira australiana que acompanhou muitas pessoas em seus últimos dias de vida, escreveu um livro com os cinco arrependimentos mais comuns das pessoas antes de morrer. O livro recebeu críticas, mas tem toques de sabedoria. Aqui estão os cinco arrependimentos mais frequentes, segundo a autora:

1. Eu gostaria de ter tido a coragem de viver a vida que eu quisesse, não a vida que os outros esperavam que eu vivesse. No fim da vida, é fácil ver quantos sonhos não foram realizados.

2. Eu gostaria de não ter trabalhado tanto. Os homens, em especial, se arrependem de passar tanto tempo no ambiente de trabalho.

3. Eu queria ter tido a coragem de expressar meus sentimentos. Em geral, as pes­soas suprimem seus sentimentos para ficar em paz com os outros e se acomodam a uma existência medíocre.

4. Eu gostaria de ter ficado em contato com meus amigos. Muitos ficam tão envol­vidos em sua rotina que deixam amizades de ouro se perderem ao longo dos anos.

5. Eu gostaria de ter me permitido ser mais feliz.Muita gente só percebe no fim da vida que a felicidade é uma escolha.

Você tem arrependimentos? Arrepender-se é parte da condição humana e é uma resposta ao convite divino. No entanto, você pode tentar fazer as coisas certas enquanto é tempo, para não precisar ter grandes arrependimentos no fim da vida.

 

 

... do Livro: Uma Janela para o Céu


Publicado por LuizcomZ em 01/12/2016 às 10h50
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Luiz Antonio de Campos e o site www.luizcomz.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 7 de 42 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]