Textos


Pingado?

Hoje pela manhã, fomos à Panificadora Maycon na esquina aqui de casa, Robson e eu. Entre outras coisas, ele lembrou que no Rio de Janeiro, sua terra natal, o pingado paulista é chamado de média.
Recordei meu tempo de garoto quando pela primeira vez ouvi essa palavra. Lendo um artigo em um jornal paulista, não me recordo qual, provavelmente, Folha ou Estadão, uma coluna onde o título era algo como isso. Contava a história de um garoto que sempre que ia para a escola, passando por um bar no caminho, ouvia lá de dentro o garçom gritando para o balcão, "- Pingado na mesa 3, pingado na mesa 5...", e assim eram todos os dias pela manhã. Tanto o chamava atenção e aguçado pela curiosidade, ele resolveu que iria entrar um dia e saber o que era aquilo. Passados alguns dias, juntou uns trocados e criou coragem para o grande dia.
Sentou-se, o garçom chegou e ele todo empavonado, pediu com ar de gente grande, "- Um pingado, por favor". E esperou o grito, Solta um pingado na mesa oito!

Passados alguns minutos, chega o pingado. Olhou para o copo americano, olhou para o garçom, “- Mas, isso aqui é café com leite!
Voltou para casa resmungando e repetindo pelo caminho, que não acreditava que havia pago por algo que toma todos os dias em casa, e de graça.
LuizcomZ
Enviado por LuizcomZ em 27/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Luiz Antonio de Campos e o site www.luizcomz.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários