Textos


Quem é o teu mestre?

Se eu acredito que Deus é o provedor de tudo, creio na sua Onisciência, sua Onipotência, sua Onipresença, então acredito que Ele está em tudo e em todo lugar, concordamos nisso? Estamos falando do mesmo Deus, certo? Pois bem, veja onde vamos com nossa convicção. Se Ele não para de Crear, é atuante o tempo todo, então, ele pode fazer eu parar de escrever a qualquer momento e você que está lendo, parar de ler igualmente. Concordamos com isto? É desse mesmo Deus que estamos falando? Ok. Veja então a minha situação. Eu ainda mato sem dó nem piedade meus irmãos da criação, baratas, pernilongos, ratos, aranhas, besouros, cobras, e se não bastasse, alguns mato e como, vacas, porcos, galinhas, peixes. Para citar alguns. Além disso, sou responsável também pela matança da flora, galhos, árvores, que a pretexto de embelezar um ambiente, enfeitar o caminho onde a noiva passa, corto e embalso as fores, rosas, dálias, e outras tantas que me apetecem o visual. Está ficando confuso? Não acabou ainda. E o que dizer das pessoas? Companheiros de jornada que o mesmo Deus criou para que nos servíssemos uns dos outros, ao invés de reprova-los e desqualifica-los? Como explicar à Ele que ao invés de seguir o mandamento maior ensinado por Aquele que Ele enviou para nos ensinar, sigo o meu mandamento? O que dizer da boa nova? Sim, o evangelho de Jesus. Amai a Deus sobre todas as coisas (pau, pedra, areia, água, gente, bonita ou feia, com cor ou sem cor, alta ou baixa, rica ou pobre, com cheiro ou com perfume, home ou heteroafetivo, pastor, padre, pai de santo, políticos, funkeiros), enfim, sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo (ai é preciso saber se você gosta de você, do contrário, não vai gostar dessa lista que leu ali atrás), percebe a extensão do mandamento? Agora me pergunto: -  Quem penso que sou para nadar contra a maré e achar que estou certo? Hamlet, traz em sua conversa com Horácio esta inquietação que a todos sucinta o mistério e a dúvida, There are more things in heaven and earth, Horatio, Than are dreamt of in your philosophy. (Há mais coisas no céu e terra, Horácio, do que foram sonhadas na sua filosofia). Aqui faço um aparte apenas para explicar que a frase traduzida está correta, ao contrário do que se acostumou a ser ouvida, Há mais coisa entre o céu e a terra que vossa vã filosofia possa imaginar. Voltando ao nosso roteiro, certo está quem sabe se calar, quando ouvir é ouro. Quando dou minha opinião a respeito de alguém, ou de alguma teoria, filosofia, pessoa, sociedade, família, enfim, quando me refiro ao modo de ser de qualquer semelhante, estou impondo o meu mandamento e não o do Tutor deste planeta, Jesus, o Cristo, aquele que é ungido, consagrado. 

P.S. Esta crônica não acaba aqui, como perceberam, dei eu também uma opinião. Será injusto não explicar o ponto de vista, ainda que meu, dos teólogos e filósofos.
LuizcomZ
Enviado por LuizcomZ em 21/10/2017
Alterado em 21/10/2017

Música: Menino Quem É Seu Mestre - Desconhecido

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Luiz Antonio de Campos e o site www.luizcomz.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários