Textos


Ah! Como é grande a casa de meu pai.

Se conselho fosse bom, não era dado, e, sim, vendido. Diz o dito popular.
Mas eu vou arriscar um conselho, sobretudo aos que ficam procurando saber o que foi e quem foram, em outras vidas. Se soberano ou plebeu. Se homem ou mulher, se, herói ou vilão. Sabe de uma coisa meu irmão, procure familiarizar-se com os que estão ao seu alcance. Lhe faço a seguinte pergunta, sabes com quem se deita à tantos anos? Conheces teu parceiro ou tua parceira de vida? E o teu pai, tua mãe, teus irmãos, os que moram na mesma casa que você? Tem certeza que os conhece? Não vou perguntar pelo seu vizinho. Sabes pelo menos o que ele passa para manter sua família e dignidade? Sabe de fato quem são os que te cercam? Falo por mim, tenho três filhos homens, os vi nascer, crescer, posso dizer que acompanhei cada fase, cada príodo de suas vidas, me envolvi em todas as atividades a eles relacionadas. Cada filho tem o seu jeito e hoje, cada um tem o seu segredo. O conselho que dou para um não serve para um outro. Conhecendo-os, sei que não conheço-os de todo. Há respeito, amizade, cumplicidade, mas, dai dizer que sei o que cada um pretende, vai uma enorme distância. Não conheço direito meu vizinho, não sei ao certo sobre minha comunidade, desconheço os problemas de minha cidade, do país sei o que me chega pelas redes sociais, do planeta menos ainda, e do universo então, só o que posso vislumbrar com minha tosca visão. Porque, e, em que me será útil saber o que fui? Se fosse para nascermos sabendo, Deus nos criaria com o HD desbloqueado. Saiba o que está acontecendo à sua volta, entenda o que se passa ao seu redor, procure mudar para melhor o que te envolve. Essa, a missão.
Eis, tudo.
Estude, portanto, sua atual existência, o que passou é resultado do que você é agora, sinta-se bem com o que tem, busque mais e fique bem.
Seja o presente, o futuro a Deus pertence.

 
LuizcomZ
Enviado por LuizcomZ em 20/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Luiz Antonio de Campos e o site www.luizcomz.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários